WALDIR COSTA – Testes rápidos diminuiriam os óbitos em RO; eleições só em dezembro?

0
22

Prorrogação – Prorrogar os atuais mandatos (prefeito, vice e vereadores) para coincidência com as eleições gerais (presidente da república, governadores e respectivos vices, duas das três vagas ao Senado, Câmara Federal e Assembleias Legislativas), de 2022, ainda, não está descartado. Apesar de ser um casuísmo, as mudanças na Lei Eleitoral poderiam ser mais abrangentes –e mais honestas– com o cidadão, o eleitor e de real interesse da coletividade e não de grupos, segmentos.

Mandato – No caso da prorrogação dos atuais mandatos, o zeloso Congresso Nacional (Senado e Câmara) poderia promover mais duas alterações que seria ideal para um país continental como o Brasil. Uma delas o mandato de cinco anos, que daria para os administradores públicos mais e melhores condições de organizar um município, um Estado, a Nação. A segunda bem simples: o fim da reeleição para os cargos executivos, como determinavam as Constituições de 1891, 1934 e 1988. A reeleição foi aprovada com Fernando Henrique Cardoso em 1997, erro que pagamos até hoje reelegendo presidentes da República, governadores e prefeitos que assumem o primeiro mandato já pensando num segundo. É o fim da rosca…

Coronavírus – Com o avanço da pandemia de forma descontrolada em Rondônia, com ênfase para Porto Velho, seria da maior importância que as áreas de saúde da capital e do Estado unissem forças e procedessem uma ampla campanha de testes rápidos junto à população. Sabe-se que em vários condomínios há pessoas contaminadas. Hoje (25) mais uma testou positivo em um condomínio de Porto Velho e a tendência, como não temos vacina é o índice de contaminação, porque há cura, na maioria dos casos, quando iniciais, mas quando o estágio é avançado é muito mais difícil evitar o óbito.

Coronavírus II – Como, ainda, há muita resistência da maioria da população nas zonas Leste e Sul da capital em utilizar máscaras, como já admitiu publicamente o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, por que não realizar o teste rápido em todos os moradores de um condomínio, que tenha uma pessoa positivada, como citamos? Boa parte das pessoas não sabe, por ignorância, resistência à pandemia ou negligência das autoridades, que está com o vírus. Com o teste, se for o caso de positivo, já medicar a pessoa e colocá-la de quarentena. Certamente as chances de cura são enormes, de quase 100%. Esperar o caso se agravar e necessitar de UTI, onde a maioria vai a óbito não é o melhor caminho.  Teste é muito mais barato, prudente, seguro e racional. Talvez a prevenção não faça parte de quem busca lucros e não salvar vidas.


Respingo

Com as eleições deste ano praticamente confirmadas para dezembro e não mais em outubro, provavelmente teremos mudança no período para realização das convenções partidárias, para escolha dos candidatos. A princípio as convenções serão realizadas de 20 de julho a 5 de agosto, mas provavelmente o períoso será alterado+++ A temperatura em Porto Velho, na madrugada deste domingo (25) chegou a 19 graus. Para o nativo de Rondônia 19 graus é considerado friagem e muita gente, pela manhã, estava bem agasalhada +++ Já no Sul do País os termômetros chegaram a 6 graus na região polarizada por Cascavel, Oeste do Estado. A previsão para a madrugada de hoje é para menos 5 graus +++ Quem desapareceu do noticiário político no Estado é o ex-senador e ex-presidente do diretório regional do PSDB, Expedito Júnior. Mesmo fora do comando do partido, que agora é presidido pela deputada federal Mariana Carvalho, Expedito sempre marcava presença nas ações mais efetivas dos tucanos, o que não ocorre hoje +++ Isso não é bom para a política regional. Expedito Júnior sempre esteve entre as lideranças mais ativas do segmento no Estado.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here