Na tarde desta terça feira (12) em sessão virtual, o Tribunal Regional Eleitoral cassou, por 4 votos a 2, o mandato do prefeito do município de Rolim de Moura, Luiz Ademir Schock, o Luizão do Trento-PSDB. Em decisão anterior, a mesma Corte já havia cassado o mandato de Luizão e julgou hoje apenas o recurso que o mantinha no cargo.

MOTIVO DA CASSAÇÃOLuizão foi acusado pelo Ministério Público de ter recebido doações ilegais e usado “caixa 2” na campanha de 2016, quando foi reeleito. Na mesma sentença a Justiça Eleitoral também decidiu  pela cassação do vice-prefeito Fabrício de Melo Almeida, componente da chapa e decretou  uma nova eleição no período de 90 dias.

Conforme determina a legislação, nestes casos específicos, o pleito será indireto, pois Luizão já havia exercido mais da metade do mandato

O presidente da Câmara, vereador Lauro Lopes (PRB), assume o comando do município e convoca o pleito suplementar. A decisão fica por conta de seus pares que escolherão dentre os vereadores aquele que será o mandatário-tampão e que terá pouco mais de seis meses de administração.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here