Queimadas podem agravar quadros respiratórios e favorecer contágio da Covid-19

0
9
DENSA NÉVOA PROVOCADAS POR QUEIMADAS INVADIU PORTO VELHO NESTA SEGUNDA-FEIRA (10)

O Corpo de Bombeiros informa que, durante esta pandemia do novo coronavírus, as queimadas podem causar problemas ainda mais graves para pessoas infectadas pelo vírus. “A fumaça causada pelas queimadas só vêm agravar a situação, uma vez que a doença age diretamente no sistema respiratório e a fumaça também”, disse o major Iranildo Dias, do grupamento de Porto Velho.

Segundo ele, o estado de Rondônia já registrou 671 ocorrências de incêndio dia 01 de janeiro até este dia dia 6 de agosto. Somente na área do município de Porto Velho ocorreram 99 incêndios na vegetação. As informações são do grupamento de Corpo de Bombeiros da capital.

Sobre a fumaça, que nessa época do ano costuma invadir as áreas urbanas das cidades em todo o estado por conta das queimadas, o major Dias explica que isso deve continuar  acontecendo nos próximos 10 a 15 dias. “As correntes de ar vão mudar de direção e trazer um pouco da fumaça que não é da cidade, e sim do entorno como, por exemplo, do sul do Amazonas”, explicou o major.

O militar lembra que as multas podem ser aplicadas em quaisquer pessoas que forem flagradas fazendo queimadas, de qualquer tamanho. “Esse ano a lei está mais regida. Existe um decreto federal do mês de maio, que proibiu qualquer tipo de queimada no país. Os responsáveis por incêndios serão autuados pelos órgãos responsáveis, em caso de flagrante”, frisou.

A expectativa para este ano é que, apesar de alto, o número de queimadas seja menor este ano: “Estamos apostando que este ano tenhamos um meio ambiente com mais qualidade para todos e com poucas queimadas”, salientou Iranildo Dias.


Qualquer tipo de queimada pode ser denunciada anonimamente ligando no 193 do Corpo de Bombeiros ou no disque-denúncia da Sedam: 0800 647 11 50.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here