Quarto integrante da tribo Pater Suruí morre em RO vítima da Covid-19

0
12

O indígena Raimundo Suruí, de 54 anos, morreu hoje, quarta-feira (9) em decorrência da Covid-19 em Cacoal, segundo nota publicada pelo Distrito Sanitário Especial Indígena de Vilhena. Raimundo atuava como agente de saúde da aldeia Lapetanha, na Linha 11. Ele é a quarta vítima da doença registrada no povo indígena Paiter Suruí em menos de um mês.

Raimundo Suruí foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Cacoal no dia 24 de agosto em decorrência do vírus. Segundo o DSEI, o indígena era ‘um guerreiro’ e ‘importante membro’ da comunidade Paiter Suruí. O DSEI também reforçou, no comunicado, que segue com os trabalhos nas comunidades para que os indígenas não saiam das aldeias e evitem receber visitas durante a pandemia.

As demais mortes entre os Paiter Suruí foram: Iabibi Suruí, que faleceu em 24 de agosto; Renato Suruí, que morreu em 27 de agosto; e Fábio Suruí, que morreu em 31 de agosto.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here