Usina de biocombustível de milho será construída em Cerejeiras

0
22
IMAGEM EM 3D DA PLANTA DA NOVA EMPRESA QUE VAI GERAR CENTENAS DE EMPREGOS

Um grupo empresarial vai construir a primeira usina de etanol em Rondônia, no município Cerejeiras, equiparando o estado a quatro outros do pais —- Mato Grosso, Goiás, São Paulo e Paraná — que já possuem usinas de produção do biocombustível derivado do milho.

O diretor executivo e representante dos investidores da nova Usina Etanol de Rondônia, Eduardo Garcia disse que os serviços de terraplenagem devem ser iniciados durante o mês de Junho de 2020.Segundo o executivo a LP do empreendimento já foi emitida e as etapas para a obtenção da LI que possibilita o início das obras de implantação também já estão em andamento.
 

A obra tem duração prevista de 16 meses e serão gerados cerca de 1.200 empregos diretos e indiretos nesta fase. Quando da operação da Usina serão gerados cerca de 200 empregos.

A instalação da unidade está avaliada em cerca de R$ 425 milhões. Com uma expectativa de gerar mais de dois mil empregos desde sua construção, a usina representa um avanço para todo o Estado de Rondônia. Esse sentimento é alimentado pelo exemplo do Mato Grosso, que possui cinco usinas de biocombustível e está investindo na construção de mais quatro unidades, com uma economia crescendo e um mercado sempre em destaque.

 Uma pesquisa levantada pela Agroicone, consultoria especializada, mostra que uma usina capaz de produzir cerca de 500 milhões de litros de biocombustível por ano, movimentará aproximadamente R$ 2,5 bilhões na economia regional. O representante da UER Eduardo Garcia apresentou o projeto à prefeita de Cerejeiras, Lisete Marth, em dezembro de 2019. 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here