Prefeitura de Ji-Paraná começa cadastramento de agentes e produtores de cultura

0
22

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Fundação Cultural e em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), com o projeto Mesa Brasil, do Sesc, e com a Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná (Acijip),  iniciou nesta segunda-feira (25), o cadastramento de agentes e produtores de cultura no município.

O processo deve ser realizado pela internet através deste link: https://forms.gle/gN5whBTf9g8VW2NG7. Devem fazer o cadastramento as pessoas que dependem exclusivamente da cultura para viver como músicos, atores, bailarinos, artesãos, escritores, escultores, técnicos e produtores culturais, que estejam em situação de vulnerabilidade social devido à pandemia do Covid 19. Após verificação dos dados pela equipe técnica da SEMAS, os selecionados serão inseridos nos programas de auxílio-alimentação do município.

“Os teatros, bares fechados e artesãos sem poder comercializar seus produtos são apenas alguns poucos exemplos do que os artistas locais estão passando neste momento”, cita a presidente da Fundação Cultural, Keila Barbosa.

O músico e representante da UNIR no projeto, Marcelino Pereira, desenvolveu o link e o formulário virtual, e todos os dados serão encaminhados à Fundação Cultural. “As informações serão checadas pela Semas, através da Assistente Social Lidiane Tanazildo e equipe”, informou Keila. 

A presidente frisou, ainda, que, com esse cadastramento, também se pretende atualizar os dados coletados pela Fundação Cultural em anos anteriores e auxiliar também no desenvolvimento de políticas que atendam às necessidades do agente cultural.


SÉRIE DE LIVES Keila lembrou que no dia 13 de junho está programada a primeira de uma série de lives que vão reunir os artistas locais e ajudar na captação de doações. “Vamos iniciar às 16 horas com quatro atrações, todas ligadas à música sertaneja”, informou Keila.

Ricardo Orrana, Cleber e Gustavo, Kennedy Alisson e João Marcos serão as atrações da primeira live. “Nossos artistas estão preparando muitas surpresas nas diversas áreas da cultura”, salientou Keila Barbosa e ainda afirmando que toda a arrecadação das lives serão revertidas para a classe cultural e às suas famílias cadastradas pela Semas.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here