Padre Franco e Maria Ivani podem ser julgados à revelia por improbidade

Justiça de Rondônia dá prazo para padre ex-prefeito de Cacoal e sua então chefe de gabinete apresentarem novo advogado; defensor de ambos foi assassinado

0
35

O ex-prefeito de Cacoal Francesco Vialetto, mais conhecido coo Padre Franco, e sua então chefe de Gabinete Maria Ivani de Araújo Sousa, além de outros demandados e condenados em janeiro de 2016 por improbidade administrativa, poderão ter seus recursos julgados à revelia caso não apresentem novo advogado.

Alguns sentenciados eram representados por Sidnei Sotele, assassinado este ano na cidade. O juiz Dalmo Antônio de Castro Bezerra suspendeu o processo por 20 dias a fim de que as partes apresentem novo representante aos autos sob pena de o recurso ser julgado à revelia.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here