Governo confirma: Ji-Paraná está na FASE 1 do plano “Todos por Rondônia”

Reclassificação ocorre a cada 14 levando-se em conta critérios técnicos estabelecidos em decreto para equilibrar saúde e economia

0
68

Uma nova reclassificação de municípios, como forma de combate a pandemia causada pelo Coronavírus, foi divulgada pelo Governo do Estado nesta quinta-feira (13), após a publicação do Decreto ° 25.291, que fez alterações nas fases do distanciamento social.

A partir de hoje, sexta-feira (14), passa a vigorar a Fase 1 (Distanciamento social ampliado) do Plano “Todos Por Rondônia” para sete municípios, a Fase 2 (Abertura social seletiva) para cinco municípios e os outros 40 municípios ficam na Fase 3, conforme a Portaria conjunta nº 16.

ESTÃO NA FASE 1 OS MUNICÍPIOS: JI-PARANÁ, Vilhena, Ouro Preto do Oeste, Nova Brasilândia D’Oeste, Presidente Médici, Urupá e Chupinguaia.

Na Fase 2, estão os municípios de Machadinho D’Oeste, Buritis, Alto Paraíso, Monte Negro e Cacoal.

Na Fase 3 estão os municípios de Porto Velho, Ariquemes, Guajará-Mirim, Jaru, Nova Mamoré, Candeias do Jamari, Cujubim, Campo Novo de Rondônia, Vale do Anari, Itapuã do Oeste, Theobroma, Governador Jorge Teixeira, Cacaulândia, Rio Crespo, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, São Miguel do Guaporé, Alta Floresta D’Oeste, São Francisco do Guaporé, Costa Marques, Cerejeiras, Colorado do Oeste, Alvorada D’Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Seringueiras, Mirante da Serra, Ministro Andreazza, Novo Horizonte do Oeste, Corumbiara, Nova União, Vale do Paraíso, Santa Luzia D’Oeste, Parecis, Cabixi, São Felipe D’Oeste, Teixeirópolis, Castanheiras, Primavera de Rondônia e Pimenteiras do Oeste.


Essa reclassificação acontece a cada 14 dias e o Governo de Rondônia usa como base critérios técnicos estabelecidos em decreto para equilibrar saúde e economia. O objetivo é garantir que a abertura do comércio aconteça sem ameaçar a assistência à saúde.

A equipe do Governo de Rondônia monitora diariamente os resultados dos cálculos da matriz de categorização das fases do Plano “Todos por Rondônia” de cada município. Para que eles avancem ou retrocedam de fase dois critérios são analisados: 1) Velocidade do contágio em cada município, ou seja, os casos ativos; e 2) A ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here