Competição reuniu mais de 700 atletas das artes marciais em Ji-Paraná – Fotos

0
29

Atletas de 16 municípios participaram durante este final de semana da primeira Taça Ji-Paraná de Artes Marciais. O evento trouxe para Ji-Paraná 780 atletas, ampliando a circulação de pessoas na cidade. As competições de judô e karatê aconteceram no sábado, já as lutas do jiu-jitsu foram realizadas no domingo.

Pais, professores e amantes das artes marciais lotaram o Ginásio de Esportes Gerivaldo José de Souza, nos dois dias de evento. Segundo a organização, cerca de duas mil pessoas prestigiaram a competição.

Na cerimônia de abertura o prefeito municipal Marcito Pinto, (PDT) anunciou para 2020 que seja realizado um evento ainda maior com a participação da capoeira e o taekendoo, na competição.

Estamos incentivando o esporte em todas as modalidades”, disse o prefeito. Para o próximo ano Ji-Paraná vai sediar o JIR – Jogos Intermunicipais de Rondônia e a fase final do JOER – Jogos Escolares do Estado de Rondônia. A infraestrutura ji-paranaense é elogiada pelas cidades participantes, e sua localização favorece a sediar os grandes eventos.

A Secretária Municipal de Esportes e Turismo, Seloi Totti, agradeceu ao prefeito Marcito Pinto, todo o empenho e apoio dados ao esporte, e anunciou para o próximo ano a inauguração do primeiro Centro Esportivo de Artes Marciais.


O investimento chega ao município através de parceria entre a Prefeitura Municipal e a empresa  IE – Madeiras S/A,  do ramo de distribuição de energia. “Este investimento chega ao município graças a competência da equipe técnica no desenvolvimento de projetos.  Será um  local para treinamento de todas as artes marciais e espaço para convenções esportivas”, acrescentou Seloi.  A obra já foi iniciada nos altos de Nova Brasília, segundo distrito da cidade.

Para Antônio Carlos Tenório, presidente da Federação de Judô de Rondônia estes eventos unificados agregam valor às artes marciais, e são benéficos para todos. Na avaliação do coordenador do projeto São Domingos de Sávio, Gleidson  Caju e dos professores W. Silva do projeto de karatê da Polícia Militar e Valdemar da Igreja Metodista que representa o jiu jitsu o evento foi um sucesso. O projeto Dom Bosco também comemorou a oportunidade de participar de um grande evento. “Todos satisfeitos, e sem palavras para descrever o grande passo alcançado neste final de semana”, finalizou Seloi Totti.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here