Comerciantes do Primeiro Distrito alegam desconher quem pode abrir nesta Fase 1

0
26

O Repórter RO percorreu várias ruas do Primeiro Distrito na manhã desta sexta-feira (3) e observou que praticamente tudo continua aberto. Ou seja, os comerciantes não estão acatando o que prevê o decreto do governo estadual que reduziu a classificação da cidade para a Fase 1. Muitos lojistas alegam que não sabem o que de fato deve abrir e acusam a falta de comunicação por parte da prefeitura. Neste sentido, este portal, repete aqui a lista dos estabelecimentos que podem funcionar para tentar fechar um pouco esta lacuna de desinformação.

Segundo a nota da Prefeitura de Ji-Paraná, emitida neste último dia 30, estes são os segmentos autorizados a abrir na Fase 1 do “Plano Estadual de Contingenciamento e Enfrentamento ao Coronavírus”:

a) Açougues, panificadoras, supermercados e lojas de produtos naturais;
b) Atacadistas e distribuidoras;
c) Serviços funerários;
d) Hospitais, clínicas de saúde, clínicas odontológicas, laboratórios de análises clínicas e farmácias;
e) Consultórios veterinários e pet shops;
f) Postos de combustíveis, borracharias e lava-jatos;
g) Oficinas mecânicas, autopeças e serviços de manutenção em geral;
h) Serviços bancários, contábeis, lotéricas e cartórios;
i) Restaurantes e lanchonetes localizadas em rodovias;
j) Restaurantes e lanchonetes em geral, para retirada (drive-thru e take away) ou entrega em domicílio (delivery);
k) Lojas de materiais de construção, obras e serviços de engenharia;
l) Lojas de tecidos, armarinhos e aviamento;
m) Distribuidores e comércios de insumos na área da saúde, de aparelhos auditivos e óticas;
n) Hotéis e hospedarias;
o) Segurança privada e de valores, transportes, logística e indústrias;
p) Comércio de produtos agropecuários e atividades agropecuárias;
q) Lavanderias, controle de pragas e sanitização;
r) Outras atividades varejistas com sistema de retirada (drive-thru e take away) e entrega em domicílio (delivery).

As demais atividades sofrem restrições de funcionamento, conforme decreto estadual no 25049/2020, alterado pelo decreto estadual no 25.138/2020, juntamente com a portaria no 011 de 29 de junho de 2020.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here