Você saber fazer a concordância gramatical com as cores? Veja a explicação.

0
19

Você sabe fazer a concordâncias com as cores? Caso tenha dúvidas a respeito, vamos começar esclarecendo que, a princípio, cor é um adjetivo em nossa língua. Logo, precisa fazer concordância com algum substantivo: camisas verdes; calças azuis; chinelos amarelos etc. Porém, é comum usarmos o nome de um objeto para exprimir uma cor e isto acontece ao dizermos “cor-de-rosa” ou “cor de laranja”, por exemplo.

Com uso corrente a parte “cor de” sumiu na oralidade cotidiana, mas o detalhe é que nesses casos, quando usamos um substantivo para indicar uma cor e fazendo o papel de um adjetivo, a expressão inteira se torna invariável. Nem troca de gênero e nem vai para o plural.

Exemplo: “camisas laranja”; “camisetas rosa”. Já as cores compostas carregam uma particularidade. Já vimos que nas cores compostas como “camisa verde e amarelo” o plural fica “camisas verde-amarelas” ou camisetas “azul-escuras”. Mas, quando a segunda cor for um substantivo, a expressão também se torna invariável: “uniformes verde-oliva”, camiseta verde-musgo”; calças vermelho sangue; carros amarelo-ouro; garrafas azul-piscina, copos verde-garrara etc.

Veja a seguir a explicação do conhecido e prestigiado prof. Sérgio Nogueira falando sobre esta questão:


(*) Marcos Lock é jornalista profissional com licenciatura em Letras/Português pela Universidade Federal de Rondônia

Dúvidas são bem-vindas e podem ser encaminhadas para o whatsapp 9.9328-1521 ou para o e-mail colunapontoevirgula@gmail.com. Procuraremos responder sempre com o maior prazer e presteza.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here