As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começaram nesta terça-feira (21) e terão o período estendido, até domingo (26/1), devido ao problema na correção das provas do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais do Ministério da Educação (Inep/MEC), Alexandre Lopes, as notas corrigidas já estão disponíveis no aplicativo do Enem e na Página do participante. “Corrigimos as provas com todos os gabaritos possíveis, e calculamos todas as proficiências possíveis”, afirmou. E o ministro da Educação, Abraham Weintraub, reforçou que o Sisu está aberto no prazo previsto e “para quem tiver problema, estamos estendendo em mais dois dias”. 

O sistema federal seleciona alunos para cursos em Instituições de Ensino Superior (IES) públicas. Neste semestre, o Sisu ofertará 237 mil vagas, divididas em 128 IES brasileiras. Para concorrer, é necessário ter feito a última edição do Enem, em 2019, e obtido nota acima de zero na Redação. As inscrições ao Sisu já podem ser feitas no novo portal (sisu.mec.gov.br), onde os candidatos precisam informar o número de inscrição do Enem 2019, o CPF e a senha cadastrada na Página do Participante.

Poderão ser selecionadas até duas opções de curso, mas as IES terão liberdade para definir o uso da nota do Enem, atribuindo pesos diferentes ou notas mínimas em determinada área do conhecimento, para a classificação dos participantes.

O MEC atualizará a nota de corte, diariamente, durante as inscrições, quando será possível trocar as opções de curso ou a ordem das escolhas. Mesmo que não garanta a vaga, por meio da nota de corte é possível monitorar o andamento das inscrições e as chances de seleção. Além de participar do Sisu, a nota do Enem serve para concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) ou se inscrever no Programa de Financiamento Estudantil (Fies).




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here